sexta-feira, 8 de abril de 2022

TROFÉU BRASIL - Eliminatórias - Etapa 4

Penúltimo dia de TROFÉU BRASIL no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e começam a se definir os nomes para os Mundiais, principalmente o de Budapeste e o Mundial Júnior. Nesta manhã, destaque para os 100 borboleta e os 200 costas. Temos também as séries fracas dos 800 livre feminino e também o 4 x 100 livre, este mais tarde. Simbora?



100 BORBOLETA FEMININO


Tô começando a botar fé de que os 58.33 saem mais tarde, visto que Giovanna Diamante (Pinheiros) fez 59.21, Stephanie Balduccini (Paineiras), ela, sempre ela, fez 59.54, e Daynara de Paula (Curitibano), 59.61. Se não sair o índice, pode ser que o 4 x 100 medley feminino seja confirmado. Oremos, oremos demais!

100 BORBOLETA MASCULINO


Outra final cheia de opções. Kayky Mota (Pinheiros), Vinícius Lanza (Minas) e Matheus Gonche (SESI) devem nadar abaixo dos 51.96. Mas borboleta é uma caixa de surpresas.

200 COSTAS FEMININO

E por falar em surpresa, que dizer de Alexia Assunção (SESI)? Sensacionais os 2:16.58 que ela fez, o que enche a gente de esperança, embora 2:11.06 seja um índice impossível. Mas aposto nós 2:15.  

200 COSTAS MASCULINO

As surpresas não param, visto que Lucca Tonin (Curitibano) vai largar da raia 4 logo mais ao ter feito 2:02.71. Oito centésimos depois, vem Brandonn Pierry Almeida (Unisanta), mas não descartar Leonardo de Deus (Unisanta). 1:58.07 não é índice difícil.

(direto do Rio de Janeiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário