domingo, 11 de agosto de 2019

PAN LIMA 2019: Gigante Cachorrão, gigante seleção!!




Missão muito cumprida. A natação brasileira, mesmo com todos os problemas que tem enfrentado, cumpriu a missão de ajudar o Brasil nos JOGOS PAN-AMERICANOS de Lima. Sai do Centro Aquático empunhando 10 ouros, 9 pratas e 11 bronzes, 30 medalhas, com o segundo lugar no quadro, apenas atrás dos imbatíveis EUA, que tiveram 21 ouros, 15 pratas e 8 bronzes, 44 totais (até o Clark Kent, aquele nadador prodígio de 11 anos homônimo ao Super-Homem, ganharia ouro se chamado fosse, dizem alguns). Mais que isso: confirmou o segundo lugar geral do Brasil no quadro de medalhas e ainda fez com que superássemos a campanha dos Jogos do Rio, em 2007.

sábado, 10 de agosto de 2019

PAN LIMA 2019: Os mais rápidos da América!



Incontáveis foram os ouros do Brasil hoje nos JOGOS PAN-AMERICANOS de Lima nesta quinta, que nos fizeram somar 46 e, possivelmente, confirmar o segundo lugar geral no quadro de medalhas pela primeira vez desde São Paulo 1963. Desses, três vieram do Centro Aquático, metade das provas do dia: Etiene Medeiros (SESI) e Bruno Fratus (Minas) nos 50 livre, e mais o reveza 4 x 200 livre masculino.

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

PAN LIMA 2019: Ouro de mão beijada e mais seis medalhas!



Terceiro dia de natação nos JOGOS PAN-AMERICANOS de Lima e, uma vez mais, saldo positivo para o Brasil no Centro Aquático. Quando já estávamos satisfeitos com o ouro de Marcelo Chierighini (Pinheiros) nos 100 livre, eis que surpresas aconteceram. Uma delas, a desclassificação da favoritíssima seleção dos Estados Unidos no 4 x 100 medley misto. Com isso, ganhamos dois ouros, duas pratas e três bronzes, ajudando ainda mais a consolidar o Brasil como segundo geral no quadro geral de medalhas - e também segundo na natação, com seis ouros, seis pratas e sete bronzes, dezenove totais, atrás dos EUA, naturalmente (15 ouros, 10 pratas, 5 bronzes, 30 totais).

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

PAN 2019: Dobradinha nota 100 na festa yankee



O segundo dia da natação nos JOGOS PAN-AMERICANOS de Lima teve a afirmação dos Estados Unidos, que, mesmo com seu time misto, tem ainda a melhor natação das Américas. Mas também teve dobradinha brasileira, teve recorde sul-americano, teve medalha inédita para um país no masculino e, infelizmente, ainda um nível abaixo do que esperávamos no Centro Aquático.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

PAN LIMA 2019: Primeiro dia quase perfeito!



Não poderia ser melhor o início dos JOGOS PAN-AMERICANOS de Lima para a natação brasileira. Numa etapa inicial de nível mais ou menos, saímos do Centro Aquático com nada menos que sete medalhas, quais sejam: três de ouro, duas de prata e uma de bronze. O objetivo é claro: manter o Brasil no segundo lugar do quadro de medalhas geral e bater o recorde de vinte e seis pódios. O que está bem encaminhado, pelo que vimos!